Categoria: Tecnologia
 
23 de maio de 2016

Quero começar esse post agradecendo ao hater fake que fez um comentário bem peculiar no meu Instagram há alguns dias…. “Nossa, como você se sente estando tão “flopado”? Uma foto com 4 comentários é muita depressão”. E quero agradecer à este ser, que claramente já foi bloqueado, por abrir assunto para este post!

Nos últimos dias o Instagram claramente caiu, e caiu muito! O engajamento de alguns meses pra cá não é mais o mesmo e os motivos acho que vocês já estão carecas de saber. Facebook comprou, e pra falar um português bem claro “resolveu fuder a porra toda” por lá também.

Eu mesmo, sigo quase 2 mil pessoas porque gosto de entrar e ter um feed cheio de fotos legais para olhar quando tenho uns tempos livres, porém de uns tempos pra cá eu fico atualizando e nada, as fotos simplesmente não chegam até mim!

Bom, mas além desse problema com o Instagram em si… o engajamento do meu Instagram em particular tem sim picos de altos e baixos, e sinceramente não sei se é com todo mundo pois não sou consultor de redes sociais, mas monitoro os meus números e tenho noção de que isso acontece.

Mas o problema é que algumas pessoas estão se incomodando mais do que eu mesmo com o fato do engajamento estar baixo! E gente, na boa? Eu A-M-O o Instagram, é a minha rede social favorita e eu procuro postar por lá conteúdo que eu gostaria de ver, e que me fariam seguir alguém.

Nunca fiz do meu instagram uma guerra por likes, posto por lá o conteúdo que me agrada, fotos que eu me esforço para fazer e quero dividir com as pessoas que me seguem.

Claro, não vou ser hipócrita em dizer que não quero likes, claro que eu quero! Ter likes e comentários é um feedback do trabalho que estou fazendo tanto ali, como em todas as minhas outras redes sociais. Os likes e seguidores também impulsionam e valorizam o meu trabalho, facilitam para fechar trabalhos e ganhar o meu dinheiro honesto dentro do trabalho que escolhi para minha vida e que exerço há mais de 7 anos.

O que eu quero dizer é que eu valorizo os meus seguidores, tanto quanto os meus likes, sejam eles muitos ou poucos. Todo o conteúdo que está exposto ali é porque me agradou em algum momento, e por isso foi postado, e não importa se 8 mil ou mil gostaram. Cada foto ali postada tem um significado, e o principal deles é me trazer recordações de momentos especiais.

E um momento para ser especial não precisa ser divido, ou comentado, por milhares de pessoas… O importante é o seu sentimento com o seu conteúdo, na sua rede social.

Meu conselho à este hater, ou qualquer outra pessoa que mantenha uma conta no instagram ou em qualquer outra rede social… Produza o conteúdo que lhe agrada, para só depois agradar aos outros! Faça o seu melhor, mas não espere uma recompensa por isso!

Faça porque tem vontade de fazer, poste porque tem vontade de postar… O que vier depois, é apenas uma mera e generosa consequência por parte das pessoas que lhe seguem por se interessar no seu conteúdo e em quem você realmente é!

Ter likes é muito bom, mas não deixe que isso influencie a sua visão e o seu bem estar! Isso não é uma guerra, é apenas diversão!!! E aliás, se você ainda não me segue no Instagram… Clique aqui para seguir!





1
23 de maio de 2016 às 12:24 PM

Infelizmente o engajamento do instagram não é mais o mesmo (praticamente despencou), mas felizmente a rede social continua existindo. É isso aí, com pouco ou muito engajamento, o negócio é continuar produzindo bom conteúdo, seguindo em frente com um trabalho feito de coração e valorizando os seguidores e leitores. Tmj!!

(Responder)

2
23 de maio de 2016 às 1:01 PM

Gostei bastante do seu post a respeito de um comentário. Hoje em dia é assim mesmo, as pessoas estão se preocupando demais com os outros. É importante que recebemos comentários e likes como um “pagamento” de nosso trabalho; cada conteúdo postado em uma rede social, com o seu significado, recebe o feedback que é necessário, nem tudo vai ter milhões de likes, vai ter foto com pouco retorno e foto com muito. As pessoas devem entender isso. E realmente, o Facebook fudeu com tudo.

(Responder)

3
23 de maio de 2016 às 1:57 PM

Eu estou la com vc sempre , so nao estou no snapp pois nao tenho snapp kk
bjs seu lindo
sua estrela brilha ainda mais
LOVE YOU

(Responder)

4
23 de maio de 2016 às 7:22 PM

Luh, parabéns pela matéria, você falou realmente tudo pois eu amo o seu trabalho. Não ligue para gente que não tem o que fazer e quer acabar com o trabalho de quem faz bem feito. Bjos

(Responder)

5
23 de maio de 2016 às 8:56 PM

Que post sensacional, Luh! De verdade. Você retratou exatamente uma situação que eu vivencio muito no dia a dia. Também tenho blog, e também sou apaixonado por compartilhar conteúdo interessante no Instagram. Independente da quantidade de likes e comentários, sei que faço um bom trabalho, que além de me inspirar a cada dia, faz a diferença na vida de quem realmente gosta do que posto. Sou seu fã, amoooo seus posts, e respeito demais o seu trabalho autêntico. Beijão pra você! ❤

(Responder)

Lúh Sicchierolli

Obrigado Lucas, e sucesso pra ti! 😉

(Responder)

6
24 de maio de 2016 às 11:16 PM

Infelizmente há pessoas que se preocupam mais com a vida dos outros (com o que o outro deve fazer ou não, com o que o outro deve achar certo ou não) do que com a própria vida. Não sei o que leva a isso. Fico me perguntando se é porque a vida delas é desinteressante demais a ponto de que é melhor cuidar da vida de uma outra pessoa do que da própria. Talvez seja por isso, talvez não. O importante é não deixarmos de fazer aquilo que gostamos e que nos faz bem por causa de comentários inconvenientes de certos seres humanos. É isso que eu acho. ^^
Beijinhos ♥

Contadora de Histórias

(Responder)

Lúh Sicchierolli

Arrasou Dé! Bjão

(Responder)

7
30 de maio de 2016 às 12:22 AM

Oie Lu, tudo bem?
Às vezes dá mesmo um desânimo e uma indigestão ao ler comentários nada agradáveis nas redes sociais, blog, enfim… Mas depois de muito refletir, cheguei a conclusão de que ‘odiadores odiarão’ independentemente do motivo. É aquela pessoa que gosta de deixar uma marca ruim nos outros, gosta de polemizar sem motivo, gosta de inferiorizar e criticar destrutivamente outras pessoas, talvez na tentativa de se sentir bem com a própria mediocridade. Infelizmente nossa sociedade está a anos-luz de entender que cada um faz o que quiser com o próprio corpo, redes sociais, trabalho, vida, enfim, e ngm tem nada com isso e nem tem porque ficar mandando energia ruim pros outros!! Bom, espero que algum dia esse seu hater seja iluminado e deixe de difundir ódio!
Para além disso, parabéns pelo blog! Fazia anos que eu não acessava e, deus, como as coisas mudaram! Vc está super profissional agora, parabéns 🙂
Abraços!

(Responder)

Lúh Sicchierolli

Obaaa, obrigado pelo carinho Pri! Fico feliz em saber que gostou do “novo” formato do blog, me esforço bastante para crescer cada dia mais! heheh Bjão

(Responder)