Mais buscados no Google

Se tem duas lojas que eu tenho que fazer parada obrigatória quando estou nos EUA são a H&M e a Bath & Body Works, pois são marcas que eu gosto bastante e que infelizmente não tem aqui no Brasil. A Bath & Body Works é uma loja dedicada à aromaterapia, tem produtos de pele como hidratantes, e também uma linha completa de casa, que é incrível. Mas quem...
continue
Compartilhe
Tenho problemas com o sono desde sempre, não consigo recordar das minhas primeiras crises de insônia. Não adianta, por mais cansado que eu esteja, deito e a cabeça não para de funcionar, e isso dificulta muito que eu pegue no sono. Tenho uma inveja enorme de pessoas que encostam a cabeça em qualquer canto e dormem. Já tentei de tudo, banho relaxante, app de celular com musiquinhas,...
continue
Compartilhe
Desde novembro estava com a idéia de comprar um macbook martelando na minha cabeça. Por mais que eu já tenha um iMac, o Macbook me faz falta principalmente em viagens, pra poder editar os vídeos e elaborar posts pra vocês. Então fui guardando um pouco de dinheiro, mas já sabia que comprar no Brasil seria impossível. Mais abaixo vocês verão a comparação e entenderão a razão de...
continue
Compartilhe
No último sábado fui acompanhar a Honey em um salão de beleza, precisava cortar meu cabelo antes de viajar. Logo que cheguei no salão vi um anúncio de depilação para mulheres e homens, e já fiquei empolgado. Primeiro por nunca ter feito depilação com uma profissional, e segundo por estar indo pra duas viagens em breve e provavelmente usarei bastante roupas de banho. Falei com a depiladora,...
continue
Compartilhe
Não tem jeito, pelo menos uma vez por semana que recebo um e-mail perguntando sobre cabelo. Como fazer, o que usar, cabelos crespos, lisos, cacheados, enfim… Realmente as dúvidas são muitas, e pretendo ir liquidando algumas delas com o tempo. O tutorial de hoje é para mostrar que você pode ir no crespo ao liso em poucos minutos, e sem precisar usar nenhuma química nos seus fios....
continue
Compartilhe
mais posts sobre Viagem
Compartilhe

O post de compras viria primeiro, mas como os vídeos ainda não estão todos liberados no YouTube resolvi esperar mais um pouquinho. Resolvi antes de qualquer coisa fazer esse post com dicas (quase de sobrevivência) de Buenos Aires.

Por ser minha segunda vez na cidade já tinha alguma noção do que encontraria, mas muitos brasileiros estavam perdidos na cidade. No meu hotel (Unique Puerto Madero) pelo menos 80% dos hóspedes eram do Brasil.

Bom, vou fazer em tópicos pois facilita a vida de vocês ok?!

No Hotel

– A maior parte dos hotéis da cidade trabalha com o check-in às 15 horas. Ou seja, caso você chegue muito cedo (eu cheguei às 10h) você terá que deixar suas malas e fazer uma hora na rua até que sua reserva esteja liberada. Isso pode ser um transtorno, e foi um bem chatinho no nosso caso. Nosso avião decolou do Brasil às 6:10 da matina, quem é que dorme?!

– O check-out deve ser feito ao meio-dia do dia da partida, caso contrário eles cobraram mais uma “diária”.

– Os preços das bebidas do frigobar são geralmente absurdos, procure um supermercado próximo e compre água, sucos, refrigerante e lanchinhos para atacar na hora da fome.

– Não espere um café da manhã de rei, pelo menos no meu caso o desayuno (como se diz em espanhol) era bem meia boca. Não houve uma manhã que houvesse uma mesa farta e completa, todos os dias o suco de laranja tinha acabado e tinha que esperar a boa vontade de reporem… Queijo é ILUSÃO! Simplesmente não tinha, apenas jamon, jamon, jamon (PRESUNTO!).

Meios de Transporte

– Muita gente fala sobre Subte (Metrô) e ônibus, que são muitos. Mas optei pela comodidade dos taxis mesmo. Para nós, Brasileiros, sai bem baratinho. Principalmente se comparado com os preços de São Paulo e Rio de Janeiro.

– CUIDADO com os taxistas, eles podem ser os maiores vilões de sua viagem. Graças a Deus dei muita sorte com TODOS os que peguei. Simpáticos, falantes e sem notas falsas (já falo mais sobre isso).

– A noite, peça na recepção do hotel, loja, restaurante… um Rádio Taxi. É mais seguro e você paga uma taxa de apenas $4 pesos a mais pelo serviço.

– Procure ter em mãos um mapa da cidade, eles são fáceis de achar e não tem custo algum, assim dificilmente um taxisista conseguirá te enrolar dando voltas a mais na cidade para encarecer a corrida.

Dinheiro/Câmbio/Cartões

– Cuidado na hora de trocar seu dinheiro, procure lugares com boas cotações e de confiança. Por causa da crise, Buenos Aires conta com inúmeras casas de câmbio, algumas seguem a cotação normal, outras do mercado negro. Apenas procure casas grandes, e preste bem atenção nas notas.

– Troquei meu dinheiro no Banco de La Nacion do Aeroporto de Ezeiza, conforme havia lido na internet. Bobagem, a cotação deles era uma das piores. Perdi $$ =/

– Se puder/tiver leve dólares, eles valem muitosssss pesos. Compensa.

– Algumas lojas aceitam pagamento em real, pergunte o câmbio deles, pode valer a pena.

– Deixe o cartão de crédito para pagar as contas do free shop. Além de cobrar IOF, as compras feitas com o cartão serão cobradas em dólar, e nunca se sabe quanto estará a cotação no fechamento da fatura né!? Além disso, existem inúmeros descontos para compras feitas em dinheiro vivo.

CUIDADO COM NOTAS FALSAS! Em todos os lugares eles entregam informativos sobre notas falsificadas. Tomem cuidado, principalmente nos taxis. Procure ter sempre dinheiro trocado na carteira.

No Restaurante:

– Comer em Buenos Aires é muito barato devido ao câmbio. Mas existem algumas armadilhas.

– Se aqui no Brasil uma sobremesa é absurdamente cara, lá o problema é com a água e refrigerantes. Almoçamos em um restaurante onde uma coca-cola de garrafinha custou $30 pesos (+/- 13,00 reais). Principalmente na janta, compensa muito mais pedir uma garrafa de vinho.

– As águas vendidas na cidade tem gosto bem estranho, a única que se salva é a Eco de los Andes ou Evian. Opte sempre por uma delas.

– Alguns restaurantes cobram taxa de talheres, copos, toalhas… parece piada né!? Mas não é, se informe antes de fazer seu pedido, para não se assustar depois.

– A taxa de serviço (10%) não está inclusa na conta. E é OBRIGATÓRIA, caso não queira apanhar dos garçons que esperam ansiosos por suas “propinas”.

Gerais:

– Muito se fala sobre o mau humor ou educação dos argentinos. LENDA. Seja educado que você receberá o mesmo tratamento.

– Não faça questão de mostrar que é brasileiro, usando uniformes da seleção por exemplo. Além de brega, só mostra que você tem idade mental menor que 12 anos. Eles não estão nem aí para essa rivalidade besta criada pelo futebol.

– Compre umas bebidinhas para fazer um esquenta no hotel, uma garrafa de Chandon no Carrefour Express é bem em conta, e ótima para acompanhar na hora da montação pra noite. hehehehe

– A lei Argentina não permite que você ande com bebidas nas ruas. Então não se espante caso você tenha que deixar sua tacinha de vinho antes de sair.

– Apesar de quase TODO MUNDO fumar naquela cidade, não é permitido fumar em ambientes fechados. Sempre do lado de fora ok!?

Acho que de dicas gerais é isso, caso tenham esquecido algo me lembrem nos comentários ok!? Espero que seja útil pra você que está de malas prontas para a terra dos hermanos.

Update – Galera, tava esquecendo uma dica primordial! Caso você tenha Nextel não deixe de desbloquear para uso internacional e leve. A nextel é muito popular em Buenos Aires também, assim como em São Paulo. Usei quase diariamente para falar com o pessoal no Brasil e também por lá para chamar taxi e tudo mais. Muito útil! Lembrando que o ID de lá começa com 54*….

gostou desse post? compartilhe com os amigos!
facebook
twitter
google plus
leia mais sobre Buenos AiresDicasViagem
O post de compras viria primeiro, mas como os vídeos ainda não estão todos liberados no YouTube resolvi esperar mais um pouquinho. Resolvi antes de qualquer coisa fazer esse post com dicas (quase de sobrevivência) de Buenos Aires. Por ser minha segunda vez na cidade já tinha alguma noção do que encontraria, mas muitos brasileiros estavam perdidos na cidade. No meu hotel (Unique Puerto Madero) pelo menos...
Leia mais
Compartilhe
O post de compras viria primeiro, mas como os vídeos ainda não estão todos liberados no YouTube resolvi esperar mais um pouquinho. Resolvi antes de qualquer coisa fazer esse post com dicas (quase de sobrevivência) de Buenos Aires. Por ser minha segunda vez na cidade já tinha alguma noção do que encontraria, mas muitos brasileiros estavam perdidos na cidade. No meu hotel (Unique Puerto Madero) pelo menos...
Leia mais
Compartilhe
<