Mais buscados no Google

Se tem duas lojas que eu tenho que fazer parada obrigatória quando estou nos EUA são a H&M e a Bath & Body Works, pois são marcas que eu gosto bastante e que infelizmente não tem aqui no Brasil. A Bath & Body Works é uma loja dedicada à aromaterapia, tem produtos de pele como hidratantes, e também uma linha completa de casa, que é incrível. Mas quem...
continue
Compartilhe
Tenho problemas com o sono desde sempre, não consigo recordar das minhas primeiras crises de insônia. Não adianta, por mais cansado que eu esteja, deito e a cabeça não para de funcionar, e isso dificulta muito que eu pegue no sono. Tenho uma inveja enorme de pessoas que encostam a cabeça em qualquer canto e dormem. Já tentei de tudo, banho relaxante, app de celular com musiquinhas,...
continue
Compartilhe
Desde novembro estava com a idéia de comprar um macbook martelando na minha cabeça. Por mais que eu já tenha um iMac, o Macbook me faz falta principalmente em viagens, pra poder editar os vídeos e elaborar posts pra vocês. Então fui guardando um pouco de dinheiro, mas já sabia que comprar no Brasil seria impossível. Mais abaixo vocês verão a comparação e entenderão a razão de...
continue
Compartilhe
No último sábado fui acompanhar a Honey em um salão de beleza, precisava cortar meu cabelo antes de viajar. Logo que cheguei no salão vi um anúncio de depilação para mulheres e homens, e já fiquei empolgado. Primeiro por nunca ter feito depilação com uma profissional, e segundo por estar indo pra duas viagens em breve e provavelmente usarei bastante roupas de banho. Falei com a depiladora,...
continue
Compartilhe
Não tem jeito, pelo menos uma vez por semana que recebo um e-mail perguntando sobre cabelo. Como fazer, o que usar, cabelos crespos, lisos, cacheados, enfim… Realmente as dúvidas são muitas, e pretendo ir liquidando algumas delas com o tempo. O tutorial de hoje é para mostrar que você pode ir no crespo ao liso em poucos minutos, e sem precisar usar nenhuma química nos seus fios....
continue
Compartilhe
mais posts sobre Beleza
Compartilhe

Você já ouviu falar na The Ordinary? Marca de skincare que chegou para revolucionar o mercado com preços imbatíveis e produtos de qualidade aclamada por revistas como Cosmopolitan e Glamour.

Foi em meados de 2017 que ouvi falar pela primeira vez na The Ordinary, se não estiver enganado foi em um vídeo da Vic Ceridono. Mas na época não me atentei muito, e só vim descobrir mais sobre a marca após ler alguns posts internet a fora, acho que de início o nome assustou e soou como produto caro, mas para a minha surpresa comecei a notar que na verdade o grande diferencial da marca, além da qualidade, eram justamente os preços baixos.

E quando eu digo baixos, eu digo BAIXOS! Eu visitei a loja nessa minha última ida à NY e pude constatar que o produto mais caro da marca atingia a o valor máximo de U$ 28,90 dólares, no caso um sérum ultra, mega, power.

A média dos produtos fica entre U$ 7 – U$ 11 dólares, e estou falando de produtos dermocosméticos, produzidos com tudo que há de mais moderno no mercado da beleza e de skincare como o resveratrol por exemplo, poderoso antioxidante extraído das uvas.

A The Ordinary na verdade é uma marca pertencente ao grupo DECIEM , que tem algumas outras marcas em seu portfólio, porém a The Ordinary ganhou destaque por conseguir trazer ao mercado produtos de alta qualidade com preços mega atrativos.

O fundador da Deciem, Brandon Truaxe, trabalhava com softwares para indústria da beleza e depois de algum tempo notou que muitas marcas produziam cremes e séruns com matéria prima barata, mas acabavam vendendo esses itens por preços altos. Foi então que ele e seu laboratório criaram uma série de séruns e assim nasceu a marca de The Ordinary.

Esses produtos contam com uma fórmula que leva apenas o ingrediente ativo e o que mais for necessário para transportá-lo para a pele, como a vitamina C por exemplo que vem combinada com silicone. Ele cortou todos os outros custos e criou uma gama de produtos de skincare com eficácia comprovada e preços muito baixos, esse foi o começo da receita de sucesso da The Ordinary, que com o tempo foi sendo descoberta mesmo sem esforços com divulgação e ganhou páginas e mais páginas de revistas, indicações na internet e fama mundial.

Eu tinha poucas paradas programadas para essa viagem à NY, mas uma delas com certeza era na loja da DECIEM no Soho, uma porta meio escondida em meio à grandes vitrines, porém que esconde uma loja mega moderninha e fofa. A loja tem uma pegada meio industrial, e reune várias outras marcas do grupo, mas lá no fundo você encontra a sessão exclusiva de The Ordinary.

Foi engraçado que eu cheguei na loja e já fui recepcionado por uma vendedora super simpática perguntando se podia me ajudar com algo. Respondi que sim, e se ela advinharia o motivo da minha visita naquele dia. Ela riu e disse, THE ORDINARY, certo?

Sim, ela estava mais do que correta! Lembrando que antes de viajar eu consultei a minha dermatologista Dra Paola, para perguntar quais produtos ela indicava para a minha pele, e foi em cima dessa listinha que fiz as minhas compras. Ainda assim confesso que rolou uma vontade de ser rebelde e comprar tudo, mas de U$7 em U$7 você acaba gastando uma fortuna, então me segurei!

Antes de mostrar pra vocês as minhas escolhas, vou aproveitar para deixar o endereço da loja aqui pra vocês. Além da loja da DECIEM, agora você pode encontrar uma mini (MINI MESMO) loja só da The Ordinary também no Soho.

DECIEM – 26, Prince St. Soho

The Ordinary – 410 W Broadway Soho

Mas vamos afinal falar sobre as minhas compras né? Começando com os produtos de Skincare que eram o motivo da minha visita:

100% Organic Cold-Pressed Rose Hip Seed Oil – É um óleo orgânico e destinado para previnir o envelhecimento da pele, além de outros benefícios.

Resveratrol 3% + Ferulic Acid 3% – Lembram que disse pra vocês que o Resveratrol era um excelente antioxidante? Pois então, trouxe ele pra casa por indicação da dermato. Eu já uso um da SkinCeuticals, mas pretendo começar a testar ele em breve.

Niacinamide 10% + Zinc 1% – Indicado para controle de oleosidade da pele, ajuda na aparência dos poros e na produção de sebo. Também indicação da minha dermato.


Hyaluronic Acid 2% + B5 – Escolhi esse produto por ter os mesmos ingredientes de um dos meus hidratantes favoritos da vida, o Hydrating B5 da SkinCeuticals. Eu amo essa composição pois torna o hidratante leve e potente ao mesmo tempo. Quero muito testar pra ver se o resultado também é parecido com o da Skin.

Claro que eu não resisti e trouxe alguns produtos de make também né? A linha de maquiagem ainda é pequena, conta com 2 tipos de primer – High-Adherence Silicone Primer e High-Spreadability Fluid Primer, claramente não consegui me decidir e trouxe os dois, em breve faço resenha deles aqui pra vocês.

E conta também com duas bases, a Serum Foundation que é uma águinha com cor bem levinha, e a Coverage Foundation que foi a minha escolhida para trazer pra casa. Eu até cogitei trazer as duas, mas como sou uma pessoa evoluída e não gosto de acumular produtos, mas acabei não curtindo muito a textura da sérum.

Já estou testando os produtos de make, e em breve a base já aparece em resenha aqui pra vocês. Não vou dar spoilers, então fiquem ligados que vou tentar postar ainda essa semana, combinado?

Infelizmente a The Ordinary ainda não chegou oficialmente no Brasil, mas é possível comprar on-line aqui no site da Beauty Bay que entrega  de graça no Brasil.

gostou desse post? compartilhe com os amigos!
facebook
twitter
google plus
Você já ouviu falar na The Ordinary? Marca de skincare que chegou para revolucionar o mercado com preços imbatíveis e produtos de qualidade aclamada por revistas como Cosmopolitan e Glamour. Foi em meados de 2017 que ouvi falar pela primeira vez na The Ordinary, se não estiver enganado foi em um vídeo da Vic Ceridono. Mas na época não me atentei muito, e só vim descobrir mais...
Leia mais
Compartilhe
Você já ouviu falar na The Ordinary? Marca de skincare que chegou para revolucionar o mercado com preços imbatíveis e produtos de qualidade aclamada por revistas como Cosmopolitan e Glamour. Foi em meados de 2017 que ouvi falar pela primeira vez na The Ordinary, se não estiver enganado foi em um vídeo da Vic Ceridono. Mas na época não me atentei muito, e só vim descobrir mais...
Leia mais
Compartilhe
<