Categoria: Moda
 
28 de outubro de 2014

bolsas masculinas de grife

Chega uma hora da vida adulta que deixamos um pouco a quantidade de lado e acabamos optando por mais qualidade. E acho que a gente vai percebendo isso com o tempo, no dia-a-dia e nitidamente em nossos hábitos de compras.

Tem gente que gosta de tecnologia, tem gente que gosta de ir à bons restaurantes e tem gente que compra roupas e acessórios. Confesso que meus olhos sempre brilharam para bolsas, e há um bom tempo tenho uma wishlist imaginária com alguns modelos dos sonhos.

bolsas grifadas masculinas chanel vuitton

O que antes era feito especialmente para a mulherada, começou a ganhar espaço no mercado masculino, e várias marcas começaram a ampliar os horizontes e investir mais nas linhas masculinas. Por exemplo a Louis Vuitton que há anos incluiu em seu portifólio uma extensa coleção destinada para nós, homens.

Eu não acho que você tenha que sair por aí ostentando grifes para ser feliz, o essencial é usar o que você gosta, acha bonito e pode comprar sem fazer loucuras, certo?! Mas sonhar não custa nada, e correr atrás de um sonho é extremamente gratificante né?!

bolsas de marca masculina para homens givenchy balenciaga hermes vuitton

Por exemplo, eu adoro o blog do Gabriel Gontijo e super me identifico com os looks dele, e claro, fico babando nas bolsas que ele posta. Nas fotos tem essa Givenchy pequena, e essa mochila incrível da Chanel. Ou Marc Jacobs, sempre carregando sua Birkin da Hermés por aí.

Mas Lúh, afinal o que você quis dizer com esse post? 

Que ultimamente eu ando em uma disputa interna comigo mesmo, entre comprar ou não uma bolsa boa… tipo tem horas que eu penso que vale a pena e que vai ser pra sempre, e tem hora que eu acho que é muito dinheiro e que eu poderia estar comprando um monte de outras coisas.

Mas ao mesmo tempo passo horas olhando bolsas nos sites da Barneys, Mr Porter, Louis Vuitton… E por aí vai. Se vou um dia comprar uma bolsa grifada? Não sei, talvez eu compre. Não sei marca, não sei preço, só sei que esse desejo existe em mim. A única garantia é que até a decisão de compra eu terei refletido muito à respeito.

Agora me diga a sua opinião, você acha que vale o “investimento”?