Mais buscados no Google

Se tem duas lojas que eu tenho que fazer parada obrigatória quando estou nos EUA são a H&M e a Bath & Body Works, pois são marcas que eu gosto bastante e que infelizmente não tem aqui no Brasil. A Bath & Body Works é uma loja dedicada à aromaterapia, tem produtos de pele como hidratantes, e também uma linha completa de casa, que é incrível. Mas quem...
continue
Compartilhe
Tenho problemas com o sono desde sempre, não consigo recordar das minhas primeiras crises de insônia. Não adianta, por mais cansado que eu esteja, deito e a cabeça não para de funcionar, e isso dificulta muito que eu pegue no sono. Tenho uma inveja enorme de pessoas que encostam a cabeça em qualquer canto e dormem. Já tentei de tudo, banho relaxante, app de celular com musiquinhas,...
continue
Compartilhe
Desde novembro estava com a idéia de comprar um macbook martelando na minha cabeça. Por mais que eu já tenha um iMac, o Macbook me faz falta principalmente em viagens, pra poder editar os vídeos e elaborar posts pra vocês. Então fui guardando um pouco de dinheiro, mas já sabia que comprar no Brasil seria impossível. Mais abaixo vocês verão a comparação e entenderão a razão de...
continue
Compartilhe
No último sábado fui acompanhar a Honey em um salão de beleza, precisava cortar meu cabelo antes de viajar. Logo que cheguei no salão vi um anúncio de depilação para mulheres e homens, e já fiquei empolgado. Primeiro por nunca ter feito depilação com uma profissional, e segundo por estar indo pra duas viagens em breve e provavelmente usarei bastante roupas de banho. Falei com a depiladora,...
continue
Compartilhe
Não tem jeito, pelo menos uma vez por semana que recebo um e-mail perguntando sobre cabelo. Como fazer, o que usar, cabelos crespos, lisos, cacheados, enfim… Realmente as dúvidas são muitas, e pretendo ir liquidando algumas delas com o tempo. O tutorial de hoje é para mostrar que você pode ir no crespo ao liso em poucos minutos, e sem precisar usar nenhuma química nos seus fios....
continue
Compartilhe
mais posts sobre Testei
Compartilhe

20 de Dezembro de 2017, olár… agora eu tenho VINTE E NOVE anos! E sim, isso é assustador e muito confuso! Como todos os anos eu sempre faço uma análise do meu momento aqui com vocês, esse ano não poderia ser diferente… Por mais que a vontade fosse de guardar todos esses sentimentos para mim numa caixinha trancada à sete chaves, não me sinto no direito, afinal sei que várias pessoas podem estar passando pelos mesmos dilemas, e de alguma forma podem encontrar aqui uma forma de ajuda.

Não, eu não me sinto na posição de alguém que possa ajudar outra na forma de agir, acho que o ditado “faça o que eu digo, não faça o que eu faço.” descreve minha existência por muitas vezes. Então, desculpa se já começo aqui a te decepcionar mas eu não sou um exemplo à ser seguido! Mas ainda assim, em meio à tantos erros e, claro, alguns acertos, vim aqui me despedir dos 28 anos junto com vocês.

A verdade é que fazer aniversário já não tem mais a mesma graça depois de uma certa idade, ao menos não para mim! Há 10, ops 11 anos atrás a minha empolgação pelos 18 anos era tanta que eu queria mais era ser o centro das atenções, festejar e brindar OFICIALMENTE a vida! Hoje, a única vontade que restou foi a de brindar mesmo, e isso a gente já acaba fazendo sempre. Ser o centro das atenções está fora de cogitação, e festejar só se for em função dos amigos e das pessoas que amo.

Veja bem, isso não é uma reclamação! Afinal eu tenho um trabalho maravilhoso que me enche de alegrias e oportunidades diariamente, tenho uma família maravilhosa que eu amo muito, amigos incríveis sempre dispostos a me arrancar um sorriso…Tenho motivos para sorrir, para chorar, para querer sumir, para querer enfrentar, para seguir em frente… É como deve ser não?

Mas nem mesmo todas essas coisas me impedem de hoje me sentir inseguro das minhas decisões, por vezes carente de mim mesmo… Claro que eu deveria dizer que os 29 anos estão me trazendo ainda mais maturidade, e no fundo acredito que esteja, mas a palavra de ordem que me define no momento é CONFUSÃO!

Chegar à beira dos 30 anos trás muitas coisas boas, poxa estou completando mais um ciclo importante da minha vida, sou um HOMEM! Mas as cobranças aumentam, os questionamentos, a incerteza nos torna frágil demais para conseguirmos apenas apreciar o momento. Chegar à beira dos 30 anos é intensificar as idas à dermatologista, se assustar com os fios brancos que começam a surgir, perceber que em apenas um ano vários de seus amigos casaram, tiveram filhos, se separaram, foram embora, voltaram… A vida é mais intensa a partir daqui. Bom, não vou nem entrar no mérito dos boletos, porque isso sim é desesperador. Mas acredite, nada mais gratificante do que conquistar as suas próprias coisas, é um sentimento único.

A sua bagagem pessoal se torna cada vez mais, o item mais valioso que você tem, e sabe o que é melhor? Ninguém nunca vai poder tirar isso de você, afinal não é material, é emocional, espiritual… As suas experiências, suas vivências, suas lutas, suas derrotas, as lembranças, as pessoas especiais que entraram e saíram da sua vida, aquele cheiro inconfundível, aquele abraço… Já parou pra revirar a sua bagagem? Tenho certeza que você vai encontrar muitas respostas por lá!

Com o tempo você vai aprendendo que você nunca vai ser a versão que as pessoas esperam de você, afinal só existe uma versão de você mesmo! Não se atreva a ser uma réplica! Mas também não seja implacável, ceder faz parte, pedir desculpas por seus erros também. Tente ser a melhor versão de si mesmo, mas se falhar, não desista, você consegue! 

{pausa}

Eu juro que estou tentando separar minha vida pessoal para escrever esse post, mas isso é difícil. Minha existência aqui só se mantém até hoje por compartilhar a minha história com vocês, então me desculpem se o meu momento atual me impeça de ser imparcial no que estou escrevendo, combinado?

{voltando}

Mesmo com tantas dúvidas, cobranças e por vezes julgamentos… Não se assuste, tudo isso que você está sentindo e passando são peças essenciais para o seu crescimento e amadurecimento. A vida sem problemas é chata, eles servem como combustível para nos mantermos aqui, plenos e com muita vontade de correr atrás de soluções.

Queria fechar esse post dizendo que estou muito feliz e pronto para a próxima, mas acho que aos 29 anos já não preciso mais camuflar sentimentos para agradar ou não preocupar os outros né?! Ta aí, uma vantagem… Com a idade você vai aprendendo a ser mais você, acho que é um aprimoramento de personalidade, posso classificar assim?

Também não posso ser injusto, claro que eu sou uma pessoa muito feliz e grata por tudo que a vida me oferece… Esse momento vai passar, os problemas vão se resolver, e desde já estou pronto para a próxima, SIM! Não interpretem isso como um ponto final de nada, apenas como uma pausa para que as coisas se resolvam da forma mais natural e genuína possível, como a vida deve ser.

Sou sagitariano, espírito aventureiro e livre… mas não desisto fácil do que quero, desde que eu tenha certeza do que eu quero. Isso explica muitas coisas na minha vida, nunca esperei acontecer… EU FAÇO ACONTECER! 

Caramba, será que vocês conseguiram captar a mensagem? Será que eu consegui expressar tudo o que eu queria nesse texto? Será que daqui há 10 anos eu vou ler este post com a mesma visão que eu tenho hoje? SERÁ? Sei lá… chega de cobranças, ainda tenho 1 ano para os 30 anos! De uma coisa eu tenho certeza, um dia eu vou ler isso tudo e ter a certeza de que foi de verdade.

Me desculpa se sou intenso demais, se erro, se amo, se por vezes pareço egoísta, ou se pareço não me importar… Na verdade eu me importo, demais! Eis o melhor e o pior de mim, esse sou eu! Obrigado por tudo!

gostou desse post? compartilhe com os amigos!
facebook
twitter
google plus
20 de Dezembro de 2017, olár… agora eu tenho VINTE E NOVE anos! E sim, isso é assustador e muito confuso! Como todos os anos eu sempre faço uma análise do meu momento aqui com vocês, esse ano não poderia ser diferente… Por mais que a vontade fosse de guardar todos esses sentimentos para mim numa caixinha trancada à sete chaves, não me sinto no direito, afinal...
Leia mais
Compartilhe
20 de Dezembro de 2017, olár… agora eu tenho VINTE E NOVE anos! E sim, isso é assustador e muito confuso! Como todos os anos eu sempre faço uma análise do meu momento aqui com vocês, esse ano não poderia ser diferente… Por mais que a vontade fosse de guardar todos esses sentimentos para mim numa caixinha trancada à sete chaves, não me sinto no direito, afinal...
Leia mais
Compartilhe
<