Categoria: Entretenimento
 
16 de setembro de 2016

A fragilidade da vida me assusta! Por mais que saibamos que nascemos para um dia morrer, ainda assim não consigo lidar muito bem com isso. Sei que esse “tabu” pessoal deve ser vencido, e eu juro que eu luto contra estes pensamentos todos os dias.

Mas não adianta, basta nos depararmos com um caso que exemplifique a nossa fragilidade enquanto humanos, que os pensamentos fluem e entro em um momento de reflexão.

Ontem fiquei bem pensativo com a notícia da morte do ator Domingos Montagner, e resolvi dividir um pouco dos meus pensamentos aqui com vocês.

A pessoa acorda, mais um dia de vida e de luta… Mas afinal, qual será o nosso último dia? Nosso último minuto? Não sei, e nem quero na verdade.

Certamente o ator estava em um dia normal, feliz por estar concluindo mais uma etapa de sucesso em seu trabalho, exercendo a profissão que lhe realiza. Em questão de horas….. ACABOU! E aquele homem que há poucos minutos sorria, perdeu sua vida de maneira besta e traiçoeira.

Nós acordamos todos os dias, com a incerteza do que nos acontecerá, o que o futuro ou destino te reserva pra hoje afinal? Só existe uma maneira de descobrir, VIVER!

E viver pra mim significa tentar usufruir do próximo minuto como se ele fosse o último, afinal o próximo minuto é uma charada não é mesmo?

Como você gostaria de aproveitar seus últimos minutos por aqui? Com inveja, raiva, ódio, rancor… Ou de forma leve, feliz e proveitosa?

Aonde quero chegar com isso? Simples… Transforme o seu tempo em energia positiva, tudo o que emitimos no universo volta pra gente da mesma maneira! Faça o bem, sorria, olhe nos olhos, sinta, se permita, VIVA!

A cada dia que passa, vejo mais e mais pessoas desperdiçando tempo e energia para atacar, ferir, humilhar, destratar. E tudo isso pra que? O que uma pessoa ganha despejando tantos sentimentos ruins em cima do próximo?

Porquê ao invés de lutar para conquistar o que é de seu mérito, você vai gastar o seu tempo concentrando sua raiva em cima de alguém que está fazendo isso? Quem é você para julgar se tal pessoa é ou não merecedora de algum mérito, se nem ao menos você sabe se será merecedor do seu próximo minuto de vida?

Que o dia de hoje seja incrível, e que nós sejamos sempre a melhor versão de nós mesmos! E que a hora que tudo isso tiver que acabar, que seja lindo, que seja leve, que apenas SEJA!